Connect with us

Celebridades

Record contrata Igor Rickli para “A Terra Prometida”

Published

on

(Foto: Reprodução/Internet)

(Foto: Reprodução/Internet)

Ainda em pré-produção, a Rede Record definiu mais um nome para o elenco da sua próxima novela “A Terra Prometida” que vai substituir “Os Dez Mandamentos” parte 2.

Trata-se de mais um ator ex-global que carrega no currículo diversas participações nas atrações da emissora líder. Igor Rickli foi escolhido para o papel de Marec, o Rei de Jericó.

Em 2015 Igor integrou o elenco da novela “Alto Astral” na qual interpretou Mohammed Abdulah Al-Mais, também interpretou Jesus, na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém.

Celebridades

SBT assina contrato com a jornalista Débora Bergamasco para novo programa

Published

on

José Occhiuso e Débora Bergamasco, a nova contratada da emissora (Crédito: Gabriel Cardoso/SBT)

O SBT acaba de assinar contrato com Débora Bergamasco. A jornalista apresentará o programa “Poder em Foco”, um semanal de entrevistas que contará, além do convidado principal, com mais três entrevistadores a cada programa.

A atração, que estreia dia 06 de maio, irá ao ar todos os domingos, à meia noite, logo após o Programa Silvio Santos. “É um novo programa de entrevistas, que vem em um momento importante, por se tratar de um ano de eleições. Além disso, é mais um programa do Jornalismo do SBT, que está numa excelente fase de audiência”, afirma o Diretor Nacional de Jornalismo da emissora, José Occhiuso.

Débora Bergamasco lembra que o país está passando por um momento em que o debate se faz obrigatório: “Fico feliz em conduzir um programa que poderá colaborar com o debate nacional”, diz ela.

Sobre a jornalista:

Débora Bergamasco concluiu o curso de Jornalismo na Universidade Estadual de Londrina (Uel/PR). Além disso, dos 13 aos 23 anos, foi apresentadora em um canal de TV local em Assis, interior de SP, sua cidade natal. Cobriu a seção de cultura no jornal O Estado de S.Paulo por um ano e, depois, atuou na equipe de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo (SP), em 2009. No mesmo ano, cobriu férias no O Estado de S.Paulo, trabalhando na coluna Direto da Fonte, de Sonia Racy. Mudou-se, então, para Nova York (EUA) para a realização de um curso de entrevistas na NYU. Na volta, foi contratada pelo Grupo Estado em janeiro de 2010, permanecendo como repórter da Direto da Fonte até 2012. Fixou-se depois em Brasília, onde trabalhou como repórter na editoria de Política da sucursal do Grupo Estado. Em abril de 2015 aceitou convite de Marcone Gonçalves, diretor de Comunicação do Ministério da Justiça, e começou na Assessoria Especial do ministro José Eduardo Cardozo, cargo que exerceu até setembro de 2015. Assumiu, então, a direção da sucursal da IstoÉ em Brasília, bem como a coluna Brasil Confidencial da revista. Em agosto de 2017, deixou a direção da IstoÉ em Brasília e começou na equipe de Época e do jornal O Globo, da Editora Globo, onde permaneceu até este momento.

Continue Reading

Celebridades

Flor desmente boato de romance com Dudu Camargo: “irmãos de alma”

Published

on

dudu-camargo-e-flor-se-beijam

(Reprodução)

Jurada do ‘Jogo dos Pontinhos’, do SBT, Flor abriu a intimidade para a apresentadora Daniela Albuquerque em participação no ‘Sensacional’ na última quinta-feira (19). Além de recordar o início da carreira como caloura de programas da casa e elogiar o patrão, Silvio Santos, ela responde perguntas sobre polêmicas em que esteve envolvida, como a de um possível romance com Dudu Camargo.

“Adoro! O Dudu, quando ele tinha 16 anos queria uma oportunidade na TV. A minha irmã foi a primeira pessoa que falou ‘esse menino tem talento’, e o levou para fazer fofoca no nosso programa, então ele é meu amigo há muito tempo, mas não estou namorando com o Dudu”, garante Flor, explicando o selinho que trocaram em público. “Ele é amigo, não tem como. Somos como irmãos de alma, damos selinho por dar, não tem conotação amorosa”.

Aos 53 anos, ela, que mudou o visual ao longo do último ano após perder mais de 30 quilos e abandonou os cabelos loiros, ela revela estar solteira e fala sobre as piadas do patrão sobre sua sexualidade. “Não estou com ninguém agora por opção, porque nós artistas temos que saber com quem vamos aparecer, ter certeza de quem é a pessoa. Agora, eu nunca experimentei uma mulher, nunca quis”, afirma, brincando sobre o parceiro ideal. “Primeiro tem que ser uma pessoa que seja amiga, tem que ter mais dinheiro do que eu… Não vou rachar conta não, bem! Eu gosto de presente, não vem com flor”, diverte-se.

Questionada por Dani sobre o desentendimento com a companheira de palco, Lívia Andrade, que postou uma foto com uma cobra cobrindo seu rosto, Flor comenta: “Hoje a gente se entende. Eu fiquei brava, mas fiquei quieta. (…) Não gostei porque assim, o ‘Pontinhos’ é uma família e se a gente começa a brigar, acaba o programa. Tem que ter harmonia”.

Continue Reading

Big Brother Brasil

O que fez do “BBB 18” a melhor edição de todos os tempos?

Published

on

Foto/Montagem: Dabeme TV

Chega ao fim na noite desta quinta-feira, 19, a décima oitava temporada do “BBB”. Após a pesada e turbulenta edição de 2017, a deste ano voltou a reunir os telespectadores em prol de um bem comum: a diversão. E não faltou.

Cheio de histórias, o “BBB 18” vai deixar saudades para muita gente apaixonada por reality show. Um dos motivos, é a temporada ter sido, para muitos, a melhor de todos os tempos. E fatos não faltam para comprovar essa afirmativa. Acompanhe agora, o porquê que a edição sairá do ar com esse rótulo.

1. Enredo

Foto/Reprodução: Globo

Da primeira a última semana, não faltaram histórias para a edição mostrar. E, a cada rodada do game, as cartas embaralhavam e tivemos a oportunidade de conhecer um novo enredo interessante.

E teve de tudo. Drama, choro, flertes que frustaram alguns, brigas que desestabilizaram outros, grupos de combinações, os que “nunca iriam combinar”, casais assumidos e duplas que passaram vontade por problemas externos. Tudo que um telespectador de reality show de confinamento raiz gosta de acompanhar.

Diferentemente da edição 16, considerada pela grande maioria a melhor do reality, no “BBB 18” não teve um enredo que se manteve durante os três meses. Não houve, sequer, um participante protagonista que poderíamos dizer que carregou o programa nas costas. Muito pelo contrário, todos tiveram papéis interessantíssimos. Até mesmo os intitulados “plantas” não passaram despercebidos.

Há dois anos atrás, o “BBB 16” se rendeu da primeira a última semana ao brilhante protagonismo de Ana Paula Renault. E só. Mesmo após a sua expulsão por agressão, a sister se manteve presente no final de temporada na edição por não haver outra história interessante a se contar.

2. Participantes

Foto/Reprodução: Globo

A seleção de participantes para este ano, sem dúvidas, foi excelente. Todos eles vieram com uma história de vida para contar e, alguns que montaram a sua lá dentro.

Teve mocinho, vilões, heróis éticos, anti-herói, refugiado sírio, bruxa, princesa, pai e filha, cientista política, sexólogo e funcionária pública que se transformou no reality em protagonista da principal novela das 21h, após voltar de um paredão falso.

Tiveram também participantes cheio de garra para ganhar provas e competitivos ao extremo. Essa competitividade, rendeu ao programa um recorde mundial em prova de resistência, com 43 horas de duração.

E todos eles souberam usar a sua personalidade a seu favor na hora certa e no momento certo do jogo. Alguns se deram bem com isso, outros, nem tanto. Porém, para o entretenimento dos telespectadores e internautas, foi um prato cheio de delícias histórias a serem assistidas.

3. Família Lima

Foto/Reprodução: Globo

No início, o público agiu com represálias ao descobrir que uma família inteira havia entrado no “BBB”, principalmente pelas atitudes um pouco duvidosas de alguns integrantes que, com tamanha revolta, Tiago Leifert teve que expor para eles, fazendo-os com que mudassem de atitude.

Entrando na casa um pai [Ayrton], filha [Ana Clara], mãe [Eva] e sobrinho [Jorginho], o público escolheu os dois primeiros para jogarem como um só o reality show. E foi muito bom.

Com pai e filha confinados pela primeira vez no “BBB”, tivemos a oportunidade de acompanhar de perto como eles reagiriam a diversas situações complicadas que acontecem no lado de fora, mas nunca foram assistidas em um reality.

Muitos se indentificaram com os confiltos que ambos passaram juntos e a Família Lima passou a ser aceita pelo público, chegando agora, até a final do programa.

4. Rejeições

Foto/Reprodução: Globo

Se tem algo que marcará essa edição do “BBB 18”, serão as rejeições recordes que a temporada apresentou. Diferente do histórico anterior, nem foi preciso que o participante fizesse algo muito errado para que seu índice de reprovação fosse alto.

Repleto de paredões triplos, seis participantes entraram para o ranking de mais odiados. Entre eles: Patricia (94%), Nayara (92,6%), Ana Paula (89,8%), Breno (88%), Diego e Caruso (81%).

5. Apresentador

Foto/Reprodução: Globo

Com certeza, um dos destaques positivos que fizeram a edição dar certo, foi toda a interação e interferência – criticada por muitos – de Tiago Leifert no jogo.

A todo momento, o apresentador mostrava gostar do desenrolar do jogo e criou até um bordão para chamar de seu, utilizado sempre quando havia conflitos e confusões entre os participantes: “Fogo no parquinho!!!!!!”.

Leifert, em suas duas últimas temporadas, trouxe o programa para sí, reiventou o formato fazendo ficar um pouco mais parecido com sua vida de jogador e, com essa nova cara do “BBB”, o público vai desapegando, cada vez mais, do estilo de Pedro Bial. Ponto para o Tiago.

6. Audiência

Foto/Reprodução: Globo

No quesito audiência, o programa, até agora, acumula a melhor média dos últimos seis anos, perdendo apenas para o “BBB 12” e superando todas as edições seguintes ao mesmo.

Com média parcial de 25.6 pontos, o “BBB 18” superou o “BBB 17” (22.9), “BBB 16” (23.5), “BBB 15” (23.8), “BBB 14” (22.8) e o “BBB 13” (24.7), perdendo apenas para o “BBB 12” que encerrou com 27 pontos de média geral.

7. Vivian Amorim e Fernanda Keulla

Foto/Reprodução: Fernanda Keulla

Se eu fosse escolher a principal novidade que o “BBB 18” trouxe, sem dúvidas seria a escolha de Vivian Amorim – vice-campeã do “BBB 17” – e Fernanda Keulla – vencedora do “BBB 13” – como apresentadoras da “Rede BBB”.

O programa, apresentado apenas para a web, trouxe ao público tudo que aconteceu na casa e havia ficado mal esclarecido, todas terças, com o Bate Papo com o eliminado. Além disso, ocorria as Mesas Redondas segunda, quarta e sexta, que recebia ex-brothers para comentar os últimos acontecimentos da casa.

A frente do programa, as duas mostraram ser profissionais e que levam o jeito para a comunicação. Vivian, sempre sensata, inteligente e com classe, se mostrou melhor que muitas apresentadoras de TV com anos na área. Já Fernanda, irreverente, sincera e extrovertida, superou as críticas e deu ao público tudo o que eles queriam ver sobre o reality. Ambas excelentes, merecem algo maior e, quem sabe, voltar no próximo ano.

8. Final

Foto/Reprodução: Globo

Para o bem ou para o mal, a final do “BBB 18”, foi a mais merecida de todas as edições. Nunca houve uma disputa entre o prêmio entre pessoas tão merecedoras de estarem ali.

Tidos como os personagens centrais do “BBB 18”, Família Lima, Gleici e Kaysar disputam os R$ 1,5 milhão. Independente das torcidas, o programa termina com sensação de dever cumprido, onde, qualquer um dos três que ficar milionário nesta noite, carrega com sí a honra de ter colaborado para fazer a melhor temporada de todos os tempos do “Big Brother Brasil”.

Continue Reading

Publicidade

Siga-nos no Twitter

Copyright © 2017 Dabeme TV - Onde a TV vira notícia!