Análise: Que falta o Gugu faz nos domingos do SBT

0

Domingo Legal Gugu

Longe do SBT desde 2009, onde deixou seu contrato assinando com a Rede Record de televisão, o apresentador Augusto Liberato faz falta nos domingos da TV brasileira. Atualmente, a briga por audiência fez com que as emissoras de TV aberta fizesse qualquer coisa por preciosos pontinhos no ibope. Parece haver uma disputa para o pior programa dominical.

No SBT, O ‘Domingo Legal’ se torna a cada domingo mais insuportável – após o fim do “Passa ou Repassa” – que já deveria ter passado a muito tempo -, o SBT resolveu apostar na fórmula de sucesso do concorrente. Não deu muito certo e os índices só caíram, agora, o clássico da emissora será cancelado após décadas no ar. Na Record, o ”Domingo Show” com o seu assistencialismo e seu sensacionalismo barato vem se tornando ridículo, mas tem audiência por ser o menos pior dentre o citado acima.

À tarde o programa ‘Eliana’ a cada domingo é de um jeito. Após perder o ‘ao vivo’, resolveu inovar com um reality show para cabeleireiros e outros com “humoristas” contando piadas nada engraçadas. Parece que não deu muito certo – o dominical precisa de uma reformulação urgente no quadro de diretores. Na Record, o ‘Hora do Faro’ se sai melhor que o ‘Eliana’ merecidamente, mas por falta de opção pois também não é o melhor que poderia haver nas tardes de domingo da emissora. Na Band, filmes e desenhos toma conta das tardes e na Globo é, basicamente, um filme e um jogo de futebol após o “Esquenta” que já esfriou há tempos.

Tempos atrás, a história era outra. Gugu apostava nas gincanas e quadros que o consagraram durante as mais de três décadas de trabalho. Mesclando entre músicas, games, jornalismo e histórias do povo, dava gosto sentar numa tarde de domingo para ligar o televisor.

Por falar em jornalismo, naquela época também existia manifestações contra o governo, acidentes, entre outros fatos históricos, mas havia uma pegada que só o Gugu tinha de dar a notícia. Sempre atenta, a produção do “Domingo Legal” já tinha o time de jornalistas escalado, repórteres de rua, helicóptero e correspondentes nas principais praças do Brasil. Era o estilo Gugu de fazer jornalismo, ao vivo, aos domingos.

Atualmente na Record, o apresentador Augusto Liberato vive de entrevistas, até então polêmicas, numa quarta-feira à noite, obtendo audiência entre uma das maiores da emissoras, o programa se destaca mais por ter uma concorrência fraca.

Aquela sim era a era de ouro. Época de se fazer um bom jornalismo em programa de auditório dominical, mantendo o telespectador bem informado, mas parece ter ficado somente na memória. Que falta faz o Gugu aos domingos.

 

 

Você também pode gostar