Apesar de audiência insatisfatória, “A Lei do Amor” presenteia o público com trama instigante e atuações magistrais.

a_lei_do_amor

Há dois meses no ar, “A Lei do Amor” ainda não conseguiu conquistar o grande público escasso das novelas das nove, que desde muito tempo vem fugindo de tramas do horário, que vem passando por uma grande crise de audiência desde o fim de “Império” (2014) e a ascensão de “A Regra do Jogo” (2015), já em sua reta final.

Apesar disso, é impossível não reconhecer que a trama de Maria Adelaide Amaral e Vicent Villari tem uma qualidade estupenda, a começar pelo enredo um tanto instigante e as atuações impecáveis de grandes atores, além é claro, da agilidade da trama e também dos novos nomes revelados e inseridos nos núcleos jovens.

Talvez a quantidade de jovens atuando em cena seja o grande motivo para o fracasso na audiência de “A Lei do Amor”, porque querendo ou não, o grande público as vezes estranha o aparecimento repentino de tantas “caras novas” numa novela das nove da Globo, sendo que, não está acostumado a isso e de repente tem que se adaptar aos novos rostos de atores e atrizes que até então eram pouquíssimos conhecidos pela maioria. Mas, há de se atentar ao fato de que esse mesmo público que tanto reclama da quantidade de jovens e novatos em “A Lei do Amor”, é o mesmo público que também reclama exaustivamente quando a Globo põe os mesmos atores e atrizes de sempre em cena, chegando a fazer com que os telespectadores se cansem da imagem dos artistas e encham a internet e grupos de discussões de comentários desnecessários.

“A Lei do Amor” apresenta- se ágil, instigante e até agora, sem a famosa “barriga”, que de fato é o que afugenta o grande público das novelas, a exemplo do que vem acontecendo nas tramas exibidas nas emissoras concorrentes. Maria Adelaide Amaral e Vicent Villari entregam ao público uma trama repleta de boas estórias, com núcleos que se entrelaçam e não deixam transparecer que são avulsos ou desnecessários, em sua maioria. Talvez alguns personagens sejam mesmo um tanto desnecessários, mas quem sabe os autores não estejam guardando algo para esses personagens, para em breve presentear o público e dá a todos eles a sua devida importância na trama?

Falando em personagens, é inegável que no folhetim das nove, o elenco está bastante afiado em cena e brilha magistralmente, como já era de se esperar. Destaque para a doçura de Claudia Abreu, defendendo a sua Helô com unhas e dentes, além é claro, de Tarcísio Meira como o apreensivo Fausto, José Mayer e o perverso Tião Bezerra, Grazi Massafera e sua maravilhosa Luciane e também Vera Holtz como a sombria Magnólia, que graças ao talento enorme da atriz, ainda não decepcionou como há pouco tempo parecia apontar a personagem.

De fato, “A Lei do Amor” ainda não pode ser considera um novelão e também está longe de ser perfeita, mas qualidade a novela tem e apesar da baixa audiência, Maria Adelaide Amaral e Vicent Villari têm se mostrado até aqui, bastante coerentes quanto ao rumo da trama que tem como pano de fundo, a política e o olhar das pessoas voltado a esse tema tão importante e que muitos infelizmente rejeitam por causa dos últimos acontecimentos no campo político do país.

“A Lei do Amor” ainda tem muita estória para contar e se depender da postura coerente e sensata dos autores, a novela tem tudo para se tornar um novelão e conquistar o grande público de uma vez por todas. Para isso, basta esclarecer melhor as reais intenções dos vilões, revelar logo quem é a verdadeira Magnólia Leitão, jogar sal e pimenta na relação tumultuada de Pedro e Helô, e principalmente, dar a devida importância para cada um dos personagens que compõem “A Lei do Amor”, para que assim, muitos não pareçam ser desnecessários e a novela mantenha de fato, um público cativo e curioso para saber o que vai acontecer no capítulo seguinte. Enredo para isso, “A Lei do Amor” tem de sobra, agora basta os autores usá- lo corretamente e por fim, manter a ótima qualidade da trama, que apesar de decepcionar na audiência, presenteia o público com uma estória instigante e atuações bem delineadas.

As opiniões aqui expressas  são de total responsabilidade do seu idealizador, e não reflete necessariamente a opinião da Dabeme TV.

 

{social-facebook-like}
{social-twitter-tweet}
CURTA-NOS!
loading...